Carros

Duster é a “arma” de Carlos Sousa para o regresso ao Dakar

O português Carlos Sousa está de regresso ao Dakar para pilotar um Duster. Integrado na equipa oficial da Renault Sport Argentina, o “Senhor” Dakar tem como objetivo um resultado final entre os dez primeiros da geral. É a estreia do piloto nacional com um Duster, modelo que, em anteriores edições, chegou a conquistar dois terceiros lugares em etapas. O Dakar 2018 decorrerá entre os dias 6 e 20 de janeiro, com passagem pelo Perú, Bolívia e Argentina.

Pelo sexto ano consecutivo, dois Duster inscritos pela Renault Sport Argentina (a gama Dacia é comercializada neste país sob a marca Renault) estarão à partida do mais exigente e apaixonante rali do mundo: o Dakar. Equipados com um motor V8 da Aliança Renault-Nissan, com cerca de 400 cavalos de potência, os Duster têm como objetivo um resultado final entre os dez primeiros. O português Carlos Sousa estreia-se na equipa.

“Um convite que me orgulha bastante”, sublinha o piloto. “Estava parado há dois anos e longe de imaginar de poder ser convidado para regressar ao Dakar. Mas o convite surgiu e não podia ficar em casa. Estou muito motivado, tenho acompanhado o excelente trabalho que a equipa tem feito e não vejo a hora de me sentar ao volante do Duster, com quem travei curiosas lutas no passado.”

Quanto ao potencial do Duster, Carlos Sousa não tem dúvidas de que “é grande e basta ver os resultados alcançados, em algumas etapas, em anteriores edições. Acredito que podemos surpreender com um resultado final entre os 10 primeiros”. O piloto de Almada reconhece que “é uma expetativa muito elevada face à qualidade da lista de inscritos, mas tanto eu como a equipa acreditamos nessa possibilidade. Também confio que a experiência que tenho do deserto pode ajudar a concretizar esse objetivo e, como a edição 2018 do Dakar até começa logo com areia, espero estar à altura do desafio.”

Related Posts

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *